Já está de volta?

Voltar para casa antes do tempo da missão pode ser devastador. Mas com o apoio dos entes queridos e o Pai Celestial, missionários retornados podem seguir em frente e alcançar o que o Senhor tem planejado para ele.

"Ao analisar minha vida desde que voltei para casa... mantenho a firme opinião de que houve um propósito eterno para tudo aquilo." —Brittany Romanello Casco

Para a maioria dos missionários, voltar para casa é uma ocasião de alegria. Quando o missionário retornado é saudado por uma multidão ansiosa de amigos e membros da família, ele ou ela pode dizer, sorrindo de orelha a orelha, “É bom estar em casa.”

Mas para os outros, nada poderia ser pior. Em seu artigo A Liahona Retornar mais cedo da missão” Brittany Romanello Casco descreve os sentimentos de inutilidade e dúvida que ela sentiu depois de chegar em casa mais cedo por causa de uma grave doença física.

“Eu me sentia envergonhada e confusa,” ela disse. Ela começou a questionar a si mesma e sua fé: “Será que era digna do amor de Deus? Por que aquilo estava acontecendo se eu havia servido tão diligentemente? Será que eu não havia sido uma boa missionária?”

A maioria dos missionários que retornam cedo experimentam semelhante trauma emocional, especialmente se eles têm um histórico de doença mental. Para alguns destes missionários retornados com problemas, o apoio dos outros pode fazer toda a diferença entre emergir ou afundar no desespero. Irmã Casco se perguntou se suas colegas aceitariam [seu] serviço missionário ‘incompleto’?” Muitos outros também tem medo de críticas e fofocas, quando na sua mente eles lidam com sentimentos de culpa e indignidade.

Nós podemos ajudar esses missionários a se curar e ajustar, mostrando-lhes amor e abstendo-se de julgamento. Devemos recebê-los de braços abertos e expressar nossa gratidão por seu serviço, não importa quanto tempo eles serviram. Nós podemos ajudá-los a perceber, como Irmã Casco eventualmente descobriu, que seu serviço missionário é tão válido e valioso como qualquer outro missionário.

Se agirmos com amor, esses filhos e filhas de Deus podem redescobrir seu valor divino e continuar a construir o reino depois de retirar suas plaquetas missionárias.

Leia a história da Irmã Cosco na Liahona.

Fonte: Liahona
—Maryssa Dennis, Mormon Insights

Encontre mais reflexões

Leia esta mensagem de Canal Mórmon de outro jovem que retornou cedo da sua missão.

Leia ou assista o discurso de Elder Jeffrey R. Holland’s address “Como um vaso quebrado” que discute a doença mental e a depressão

Leia o artigo de Mormon Insights “O que eu aprendi de não servir uma missão.”

Leia ou assisti “Os Misericordiosos Obterão Misericórdia do Presidente Dieter F. Uchtdorf sobre a importância de não julgar os outros.

Traduzido por Abigail Harris, Mormon Insights

Imagem de recurso cortesia da biblioteca de mídia do lds

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe um comentário

Each comment will be reviewed by a staff member before it will appear on the site. We reserve the right to not approve any comments that do not meet our community standards. View our community standards here.

O seu endereço de e-mail não será publicado.